Tuesday, April 10, 2007

...

"Sem Deus a vida não tem propósitos
Sem propósitos a vida não tem significado
Sem significado a vida não tem relevância ou esperança.
A esperança é gerada quando se tem propósitos."

"O propósito sempre produz entusiasmo.
Nada traz mais vigor que um propósito claro.
No entanto, a paixão se esvai quando falta um propósito.
Até mesmo levantar-se da cama
torna-se um fardo...
É normalmente o trabalho sem sentido
e não o excesso de trabalho
que nos esgota, solapa nossas forças
e rouba o nosso prazer."
(Rick Warren)

Thursday, March 15, 2007

...

"Aquilo em que te estás a tornar
é mais importante do que o que estás a alcançar"
SER ou TER...
(colocado numa balança qual terá + peso??)
Á partida já sabemos a resposta correcta...
... mas no dia a dia vivemos de acordo com qual destes factores??
O que determina o nosso estilo de vida?
Comentem... just your point of view...

Friday, March 02, 2007

...:::Amigo:::...

"Tu meu melhor amigo és
e jamais haverá

alguém mais chegado a mim

És mais que um irmão fiel

sei posso esperar

desde o dia em que

Tu me chamaste: AMIGO!


De mim sabe tudo

o bom e o mau

se estou de pé... ou se caí


Vês meu princípio

estás lá no fim

fiel mesmo assim!

SEMPRE ME CHAMAS AMIGO!"

Tuesday, February 27, 2007

Emoções vs Convicção

xiiii.... há qt tempo eu não passava por aqui...
smp a correr... correr... ok...
fiz agr uma pausa (só falta o kit kat)...
desde há algum tempo para cá que certo tipo de pensamentos e reflexões não me largam a mente. de facto têm é ganho amadurecimento e estruturas mt fortes. daí, portanto, estar agr aqui a tentar expressá-los. talvez outros reflictam e essas reflexões os façam repensar antes de agir ou até mesmo de pensar...lol. confusos???
optimo! era msm aí que eu queria chegar! lol


Desde sempre as nossas acções são determinadas por emoções que sentimos, estados de espírito... tristeza, alegria, melancolia, ansiedade, ... afectando assim a forma como nos relaccionamos uns com os outros, pensamos uns dos outros e até de nós próprios.

Em algum momento da nossa vida todos somos confrontados com a verdade inabalável que resume toda a razão da nossa existência... Deus!
Ora, pensem o que pensarem... Ele existe (aliás é incrivel os esforço que a própria ciência faz para negar o óbvio e justificar a vida sem Ele).
Este Deus, soberano sobre todo o Universo, criador de todas as coisas, com um amor megalómano e imutável por cada ser humano ... sim este Deus, o próprio, o único... deseja apenas uma coisa, tão simples... relaccionamento! Fantástico né?
Deseja apenas ouvir-nos e ser ouvido, receber de nós e partilhar connosco... ser AMIGO!
De facto esse foi o plano principal da criação do Homem.
Ok.
Agora, nós habituamo-nos a relaccionarmo-nos com as pessoas de quem dependemos, ou seja de quem podemos receber alguma coisa. E mesmo que seja inconsciente da nossa parte, pensamos que se damos tanto em algum momento da história seremos dignos de pedir e de receber, de reclamar os nossos direitos.
Aliás penso que essa é a razão principal que leva o ser humano a aproximar-se de Deus, claro está que, como já disse, é uma aproximação que além de se basear sempre em suprir as suas necessidades, também depende do seu estado de espírito. Por isso, e porque depende da maneira de como nos sentimos e do que precisamos... uns dias estamos com um nível de relaccionamento altíssimo e noutros estamos completamente indiferentes.

Resumindo somos muito infantis no que toca ao nosso relaccionamento com Deus...
só queremos quando Ele dá e quando Ele nos pede??
só O buscamos quando "tivemos um dia bom!" ou "um dia péssimo!"
só elogiamos, mimamos e amamos quando Ele já satisfez todos os nossos caprichos...
mas...
quando Ele pede algo novo, algo que não entendemos, algo que poderá ter um preço sacrificial...
então voltamos à "birra" de fingir que não O ouvimos e começamos a seguir nosso próprio caminho... um caminho diferente do que Ele já tinha preparado.
Mais tarde, apercebemo-nos que deixámos de ouvi-lO... pq??? porque Ele desistiu?? não! porque decidimos ficar longe..................................................................................................... até quando?

Saturday, November 04, 2006

Another kind of normal


“Every time you forget that character is one of God’s purposes for your life, you will become frustrated by your circumstances.” — Rick Warren


Somewhere along the line, we got the idea that we deserve to have a relatively easy life. We have a very false sense of what should be the norm. If someone asks you how things are going and you answer: “Fine,” that is thought of as normal – the way it should be. If there is anything wrong, and you answer that question with a qualifier (“Fine, but …”), then it is assumed that your life is not normal. If something is wrong, then your life is for some reason not what it is supposed to be.
In actuality, the real thing wrong is this kind of thinking. Until we change our thinking in this regard, life will always be frustrating. We will be preoccupied with trying to fix everything instead of learning life’s lessons. We will always be expecting things to get better around the next bend in the road when “better” isn’t anywhere on the map. Until we learn this, we will just wrestle with life instead of working with it – taking what God sends as our course description, and readying ourselves for each new lesson. Difficulty, surprise, hardship, and trials of every kind are the norm for the follower of Christ.

Paul puts it this way: “We are pressed on every side by troubles, but we are not crushed and broken. We are perplexed, but we don’t give up and quit. We are hunted down, but God never abandons us. We get knocked down, but we get up again and keep going.” (2 Corinthians 4:8-9 NLT)

Now that’s normal. If you want to grow as a Christian, expect this kind of treatment. And the reason for this is two-fold. First, life by nature is difficult and hardship produces character in us as we meet life’s challenges with the Holy Spirit; and second, when we go through ordinary hardship and difficulty the reality of the presence of God in our lives can be more easily seen, because the hope and confidence of Christ in our lives is in direct contrast to our situation, making God easier to spot. Or as Paul goes on to say: “Our lives are at constant risk for Jesus’ sake, which makes Jesus’ life all the more evident in us.” (2 Corinthians 4:11 MSG)
If normal for you means everything is fine and dandy, then brace yourself, because it’s definitely going to get worse. Count on it. God loves you too much to allow you to get away with anything less. And if life is difficult for you right now, rejoice in your opportunity to grow. We need to all start expecting another kind of normal."

by John Fischer

I'm just like that... another kind of normal person. And You?

Thursday, November 02, 2006

...realmente pessoas...

"...Há pessoas que querem ser bonitas para chamar atenção,
outras desejam a inteligência para serem admiradas...
Mas existem algumas que procuram cultivar a alma e os sentimentos;
essas alcançam o carinho de todos,
porque além de belas e inteligentes
tornam-se realmente pessoas..."

Tuesday, October 31, 2006

Aprendendo a ser Agradecida!!!


Há algum tempo que tenho pensado nisto...
Aliás, algumas pessoas têm-me ensinado grandes lições de vida.
Quem disse que não aprendemos com as crianças?
Aprendemos, e da forma + simples, + natural mas tb mais marcante...
Passamos a vida a lamentarmos pelo emprego, pela família, pelos amigos, por aqueles que não são amigos apenas precisam da nossa paciência e que paciência... =)
Mas enfim... não nos cansamos de refilar, de nos indignar, de julgar o certo, o errado, o justo o injusto... e pensamos sempre que como nós + ninguém vive, nem sofre... nem calcula o que é... chegamos mesmo a sentir pena de nós próprios... fechamo-nos no nosso mundinho.
Até que num dia vulgar... como tantos outros, conhecemos alguém especial muito especial... alguém anónimo... mas com 1a caracteristica... 1 grande Sorriso =)
Alguém que se apenas estivermos atentos às suas palavras parece bem mais velho, cada palavra que diz vem com a convicção de ter sido vivida... profundamente vivida.
Alguém que sendo ainda bem jovem... sabe que o sentido da sua vida está no Seu criador... e está em viver para os outros... alguém que sonha com o provavelmente nunca poderá viver... mas que não é por isso que desiste... luta p'la sua vida com garra... e sempre com o tal sorriso =) Os seus 9 anos não interessam... o tempo que lhe resta também não parece interessar porque não é isso que a faz baixar os braços e deixar de lutar... alguém assim vale a pena conhecer e aprender como é viver Agradecida...
Agradeço ao meu Criador porque tudo o que tenho, tudo o que sou, e o que ainda virei a ter e ser vem da Sua mão, no tempo d'Ele... apenas peço 1a coisa que a minha vida faça sentido na vida de outros... e mesmo vivendo dificuldades... APRENDER A SER AGRADECIDA EM TODO O TEMPO! Ah e claro sempre Sorrindo =)